Power Ranking Superliga – Rodada 2: Cariocas mantém o topo e América Bulls desponta

A Superliga Nacional de Futebol Americano se encaminha para a quarta semana, com confronto em todas as conferências, e a gente volta com o segundo power ranking do Time de Fora. Pensamos em fazer um ranking geral e dividido por rodadas, por isso existe essa disparidade entre as semanas da Superliga e as rodadas do nosso PR. Por exemplo: as Conferências Sul e Nordeste fazem nesse final de semana sua terceira rodada, enquanto que a Conferência Oeste vai para a sua segunda rodada e a Leste tem apenas um jogo, também da segunda rodada.

Essa diferença influencia o nosso ranking, já que alguns times jogam e podem passar na frente de outros que não jogaram. Então não fique bolado porque seu time caiu sem nem mesmo ter jogado (Conferência Oeste, por exemplo), estamos priorizando bons resultados das equipes que jogaram nos últimos 15 dias.

Se você não viu o primeiro PR do Time de Fora sobre Superliga Nacional de Futebol Americano, pode conferir clicando nesse link.

Nesse power ranking temos a continuação da hegemonia carioca, com Vasco e Flamengo liderando, o Timbó Rex subindo depois da vitória contra o Juventude e também equipes novas que merecem nossa atenção. Então se liga aí! (A partir dessa rodada implementamos a flecha azul, que significa que o time é novo no nosso ranking).

patriotas

A equipe vice campeã do Torneio Touchdown continua tendo resultados expressivos. O placar na sua segunda partida não foi tão elástico quanto contra o Rio Branco Cabritos, mas a equipe manteve a segurança e a vitória nunca foi ameaçada. Desta vez, o rival foi o Botafogo Reptiles e o Vasco venceu por 34 a 16, mesmo com as ausências de André, Danette, Roni e Pérola. Os running backs Rômulo Ramos e Caio Vidal anotaram dois TDs cada para ajudar o time a obter o resultado. Ramos fez uma big play de 80 jardas em um dos TDs. A outra pontuacão ficou por conta do wide receiver Loan Felisardo. Pela segurança e bom FA apresentado, o Vasco mantém a primeira posição.

Flamengo

Assim como o Vasco, seu arquirrival no futebol também mantém a posicão do primeiro ranking. O Flamengo segue com ataque fortíssimo, que atropelou o Botafogo Challengers em 59 a 00. Destaque para “Ironman” Pratt, o RB que anotou duas corridas e ainda conseguiu uma pick-six. De qualquer maneira, o ataque todo foi efetivo. O rubro negro segue como uma das principais forças vinda do TTD e esse resultado apenas reforça que a partida contra o Patriotas, marcada para o dia 24 de setembro, será a melhor dessa primeira fase da competição.

Timbo Rex

Depois de perder a invencibilidade que vinha desde a final do TTD de 2014, o Rex entrou nos eixos e despachou o Juventude por 41 a 00. Com uma defesa agressiva e o retorno de Drew Hills, o QB americano campeão do Torneio Touchdown no ano passado, o Rex foi cirúrgico e se impôs na partida. Além da experiência estrangeira com o QB (que estava na Alemanha), a equipe de Timbó conta com o free safety Andrew Bernardini que passou cinco meses no Dolphins Ancona, da Itália. O motor esquentou e o Rex sobe algumas posições continuando favorito ao título.

Arsenal

O Cuiabá não jogou nas últimas duas semanas mas se mantém no top 10. Muito se deve ao recebedor/retornador/running back/safety Brandon Watkins, que mostrou um espetáculo contra o Corinthians Steamrollers, na primeira e única partida da equipe na Superliga. E o time tem tudo pra continuar no ranking, já que enfrenta o Campo Grande Predadores, uma das mais fracas da Conferência Leste.

croco

O Crocodiles estava de bye week (semana de folga) na Conferência Sul e por isso manteve a quinta posição no ranking. Junto com Timbó Rex e Cuiabá Arsenal, o Croco é a principal ameaça aos times cariocas no nosso top 10. Essa semana de folga deu tempo para o quarterback Drew Banks, que chegou no começo de julho, pegar entrosamento com seu ataque, que teve dificuldade contra o Paraná HP. Além dele, o Crocodiles contratou o linha ofensiva Dhiego Taylor (ex-Lusa Lions), para se juntar com os running backs Bruno Santucci e Lucas Nascimento.

America Bulls

A conferência nordeste está contando com uma boa surpresa. Em uma região com João Pessoa Espectros e Recife Mariners, o América Bulls aparece como a única equipe com 100% de aproveitamento. Sua primeira partida foi contra o Vitória, time ainda sem tradicão, então o América não entrou no primeiro ranking. Porém, o segundo resultado foi mais expressivo em vitória contra o bom time do Ceará Cacadores por 21 a 13. O fullback Eric Ferreira que marcou dois TDs, mas o destaque fica para o linebacker Joe Small que apareceu em todo o território defensivo e auxiliou no safety, fez uma interceptacão e ainda teve um fumble forçado. A defesa do América vem ganhando os jogos. Já neste sábado a equipe terá seu maior desafio jogando contra o Mariners.

WSI

O WSI está dando a receita: faça um milagre por jogo e você alcança nosso top 10. Mais uma vez o time de São José-SC venceu uma partida nos minutos finais e com um placar menor do que um touchdown, dessa vez 18 a 13 sobre o Brown Spiders. O WSI sentiu a falta do linebacker Gerson Santos, mas foram as faltas que quase tiraram a vitória da equipe catarinense. Quando o WSI liderava por 12 a 7, o time cometeu quatro faltas na sequência resultando em 60 jardas de avanço e o touchdown da virada. O destaque positivo foi o quarterback Igor Clemes, que jogou melhor do que contra o Timbó Rex, e abusou dos scrambles.

Espectros

Uma vitória com estilo para recuperar a moral da equipe. Depois da atuação instável do ataque contra o Ceará Caçadores, enfim o Espectros conseguiu impor seu jogo e venceu sem dificuldades a equipe do Vitoria FA. Rodrigo Dantas passou para três touchdowns em uma partida que abusou dos passes medios e longos, queimando a secundaria adversária durante todo o jogo. A defesa também não teve muitos problemas em segurar o ataque do Vitoria, que saiu do jogo sem marcar um ponto. Vitória do Espectros para mostrar que a equipe segue viva na competição e com potencial para chegar longe.

Lions

A equipe do Lusa Lions teve uma vitória importante contra o São Paulo Storm. Em um confronto direto decidido nos detalhes, a equipe acabou com a lideranca do grupo B da conferência Oeste. A partida foi um reencontro após a final da São Paulo Football League na qual a Portuguesa também teve êxito. O placar apertado, 26 a 23, ficou decidido a favor do Lions em um drive que a equipe atravessou o campo inteiro e converteu uma quarta descida em TD faltando três segundos para o término da partida. Chocolate recebeu a bola do jogo e foi o destaque.

Caçadores

Depois da vitória surpreendente contra o João Pessoa Espectros, foi a vez do proprio Caçadores ser surpreendido. A expectativa para a equipe cearense cresceu bastante, e essa expectativa não se concretizou no jogo contra o América Bulls. Os estadunidenses Talon Roggasch e Turmour Battle, que conseguiram fazer a diferença no último jogo, não tiveram sucesso. O ataque da equipe cearense sofreu com a agressividade da defesa do Bulls que não foi surpreendida durante a partida. Atuação bem abaixo para a equipe que conseguir fazer 42 pontos no atual campeão da Superliga.

Texto por Anderson Spessatto e Gabriela De Toni

Imagem de capa por Anderson Spessatto

Deixe seu comentário: