Como chega o seu time para a temporada 2017 da NFL: AFC Leste e Oeste

Faltam menos de duas semanas para o primeiro jogo da temporada 2017/2018 da NFL. Kansas City Chiefs e New England Patriots darão o pontapé inicial da bola oval no dia 07 de setembro, uma quinta-feira. Enquanto a temporada não começa, aproveitamos para apresentar aos torcedores uma pequena prévia sobre todos os times da NFL.

Na semana passada, começamos falando sobre os times das divisões Leste e Oeste da Conferência Nacional. Hoje é dia de falar sobre os times do Leste e Oeste da outra conferência: a AFC. Na semana que vem vamos para o Norte e o Sul da NFC e fecharemos a prévia às vésperas do kickoff, com as divisões Norte e Sul da AFC.

  • AFC Leste: Patriots, Dolphins, Bills, Jets
  • AFC Oeste: Chiefs, Raiders, Broncos, Chargers

Confira as análises das outras divisões:

NFC Norte / NFC Sul / NFC Leste / NFC Oeste

AFC Norte / AFC Sul / AFC Leste / AFC Oeste

Leia mais: 7 jogadores da NFL para você prestar atenção na temporada 2017

Quais os pontos fortes? Quais os fracos? Quem chegou? Quem saiu? Briga por vaga nos playoffs ou saco de pancada? Hora de descobrir.

 

AFC Leste

 

NFL 2017 O New England Patriots domina a AFC Leste há mais de uma décadaNew England Patriots

Os rankings americanos apontam o New England Patriots como o time mais forte entrando na temporada de 2017/2018. E convenhamos, os dois títulos dos últimos três anos e as seis participações consecutivas na final de conferência da AFC ajudam o Patriots a manter o rótulo de aspirante a título. É verdade que o time de Robert Kraft e Bill Bellichick tem desafios para esse ano, mas seria um tanto quanto bizarro apostar que New England não chega mais uma vez aos playoffs.

Na defesa, a principal perda é a de Rob Ninkovic. O OLB se aposentou após 11 temporadas na NFL (oito com o Patriots). Outros bons nomes defensivos como Logan Ryan (CB – Titans) e Jabaal Sheard (LB – Colts) saíram do time, mas o Patriots se reforçou com o cornerback Stephon Gilmore (ex-Bills) . Ainda assim, a maior expectativa do time está no ataque. Depois de lesionar o joelho na pré-temporada, Julian Edelman vai perder a temporada inteira. Os remanescentes Hogan, Amendola, Mitchell e Gronkowski dão boas vindas a Brandin Cooks, o velocista que estava em New Orleans.

Fique tranquilo, torcedor do Patriots, enquanto a linha ofensiva proteger Tom Brady, o seu time vai bem longe.

Ponto forte: Tom Brady; corpo de recebedores; cornerback; Safety, head coach

Ponto fraco: existe?

Ficar de olho: Brandin Cooks

Principais dúvidas:

  • Reserva de Brady, Garoppolo já provou que poderia ser titular em alguma outra equipe. Em 2018, o contrato de calouro acaba. Será que o Patriots estaria disposto a pagar uma nota a Jimmy para ser backup?
  • Rob Gronkowski consegue ficar saudável e jogar a temporada inteira?
  • Quem vai liderar o jogo terrestre? Mike Gillislee, Rex Burkhead?

 

NFL 2017 Dolphins tem um novo quarterback: Jay Cutler - o desaposentadoMiami Dolphins

De dois anos para cá, o Dolphins apresentou uma boa evolução, principalmente sob o comando de Adam Gase. Gase liderou Miami a uma temporada de 10 vitórias e participação nos playoffs. Mas, há poucas semanas, o Dolphins perdeu o QB Ryan Tannehill, que machucou o joelho sozinho no training camp. O camisa 17 passou por uma cirurgia para reparar os ligamentos e vai perder a temporada inteira.

Em seu lugar, o Dolphins terá Jay Cutler, que voltou da aposentadoria para se reunir com Adam Gase. Os dois trabalharam juntos no Chicago Bears em 2015, quando Gase era coordenador ofensivo do time. Na defesa, talento e experiência. Cameron Wake (DE – 35 anos), Ndamukong Suh (DT – 30 anos), Lawrence Timmons (LB – 31 anos – ex Steelers) e Reshad Jones (S – 29 anos) são agora as estrelas da 4ª defesa que mais cedeu jardas por partida no ano passado (382.6). Haja fôlego para ficar tanto tempo em campo.

Ponto forte: Running back; linha defensiva; defensive backs

Ponto fraco: linha ofensiva

Ficar de olho: Xavien Howard (CB)

Principais dúvidas:

  • Qual é o segredo para que Jay Ajayi repita a temporada de 1,272 jardas terrestres?
  • Ano passado, o Dolphins simplesmente não conseguiu parar o jogo terrestre adversário. A equipe ficou na 31º posição da NFL em jardas cedidas por tentativa de corrida (4,8). Esse ano a coisa vai ser diferente?

 

NFL 2017 Buffalo Bills não vai aos Playoffs há 17 anosBuffalo Bills

Há 17 anos longe dos playoffs da NFL, o Buffalo Bills agora põe suas esperanças em Brandon Beane e Sean McDermott, novos general manager e técnico principal, respectivamente. E claro que suas principais apostas são LeSean McCoy e o melhor jogo terrestre da NFL de 2016. O maior problema do ataque foi realmente pelo ar. Na temporada passada o time foi o 3º pior em jardas aéreas por partida (189,9). Sem Sammy Watkins, Jordan Matthews assume como o recebedor número um.

Leia mais: Quem será a próxima vítima da pré-temporada da NFL?

Na defesa, várias mudanças. Quatro peças importantes saíram: Zach Brown (LB – Redskins), Stephon Gilmore (CB – Patriots), Ronald Darby (CB – Eagles) e Corey Graham (S – Eagles). No lugar deles, entram substitutos que têm a missão de manter a força defensiva contra ataques aéreos. Ano passado, o Bills ficou entre as seis melhores defesas contra o passe, cedendo apenas 223,9 jardas aéreas por jogo. Com todas essas mudanças, 2017 será um ano de novos ares para Buffalo.

Ponto forte: LeSean McCoy; linha ofensiva

Ponto fraco: recebedores

Ficar de olho: Jordan Matthews

Principais dúvidas:

  • Em 2018 o Bills terá 6 picks nas três primeiras rodadas. Algum deles será gasto em um possível quarterback para o futuro da franquia?
  • Sem nunca terem atuado juntos, Micah Hyde, EJ Gaines e o calouro de 1ª rodada Tre’Davious White vão se acertar como defensive backs titulares do Bills?

 

NFL 2017 New York Jets pode ter uma temporada histórica, mas no sentido negativo da palavraNew York Jets

Qualquer vitória conquistada em 2017 será heroica para o New York Jets. O time é considerado por muitos o pior de toda a NFL e certamente ficará com uma das primeiras escolhas do draft do ano que vem. A defesa não é tão ruim assim. Muhammad Wilkerson (DE) e Sheldon Richardson (LB) ganham a companhia de dois calouros safeties de primeira e segunda rodada: Jamal Adams e Marcus Maye.

O problema do Jets é o ataque. Em 2016, o time já foi o terceiro pior da NFL em pontos por partida (17,2). Em 2017, essa estatística não promete melhorar. Eric Decker foi embora para o Titans, Brandon Marshall para o Giants e Quincy Enunwa sofreu uma fratura no pescoço e está fora da temporada. Quem sobrou? Robby Anderson, segundo anista que tem dois touchdowns na carreira, será o principal recebedor. O corredor Matt Forte ainda se recupera de lesão e a briga pela posição de QB titular será entre Josh McCown, Bryce Petty e Christian Hackenberg!

A temporada de 0 vitórias e 16 derrotas é pouco provável, mas os torcedores do Jets podem se preparar para sofrer um pouco mais em 2017.

Ponto forte: Linha defensiva

Ponto fraco: Todo o resto

Ficar de olho: Jamal Adams e Marcus Maye, safeties.

Principais dúvidas:

  • Tankar ou não tankar: eis a questão
  • Robby Anderson será capaz de ser o WR1 do time?
  • Como será a classe de QBs do próximo draft?

 

AFC Oeste

 

NFL 2017 Patrick Mahomes ou Alex Smith? Quem será o QB titular do Kansas City Chiefs?Kansas City Chiefs

O Kansas City Chiefs vive uma era bastante estável desde que Andy Reid assumiu o cargo de técnico do time, em 2012. Em quatro temporadas, são três classificações para a pós-temporada. Embora o time seja consistente, não consegue passar da 2ª rodada dos playoffs. Ainda faltam peças para chegar ao título.

Na defesa, quase tudo maravilhoso. Eric Berry (S) e Marcus Peters (CB) comandaram uma equipe que liderou a NFL em turnovers no ano passado (33). Na posição de linebacker, Tamba Hali e Justin Houston são ótimos pressionando o ataque adversário. Com a velocidade de Tyreek Hill, o time de especialistas também foi muito eficiente em 2016.

Leia mais: Conheça a história da origem da bola de futebol americano

O problema do Chiefs ao longo dos últimos anos tem sido o ataque. Mesmo com peças talentosas como Travis Kelce e Tyreek Hill (WR), o time de Kansas City parece que fica aquém do que pode render. Alex Smith é um quarterback estável, mas já mostrou muitos defeitos em passes longos. Para pressionar o atual QB do Chiefs, a franquia draftou Patrick Mahomes, calouro que já mostrou potencial nos training camps e jogos da pré-temporada. Alex Smith pode até liderar a equipe a mais uma temporada vitoriosa, mas cada vez mais a troca de QBs em Kansas parece inevitável. No jogo terrestre, o calouro Kareem Hunt e Charcandrick West terão que carregar o time, já que Spencer Ware rompeu o ligamento na pré-temporada e não poderá mais jogar em 2017.


Ponto forte: pass rush; defensive backs

Ponto fraco: quarterback, wide receivers

Ficar de olho: Tyreek Hill

Principais dúvidas:

  • Com a evolução de Mahomes, por quanto tempo Alex Smith conseguirá segurar o cargo de QB titular?
  • Em 2016, Ware e West somaram para apenas oito touchdowns terrestres. Sem Ware, Charcandrick West e Kareem Hunt (calouro) conseguirão subir de nível o ataque terrestre do Chiefs?

 

NFL 2017 Raiders surgem como aspirantes a título com Derek Carr e Marshawn LynchOakland Raiders

Fora de campo, o futuro Las Vegas Raiders passa, a partir de 2017, por um período de transição. Enquanto o time não se muda definitivamente para o estado de Nevada, jogará mais dois anos (2017 e 2018) em Oakland, na Califórnia. Dentro de campo, a situação do Raiders é bem menos conturbada. Depois de uma ótima temporada no ano passado, o time venceu 12 jogos e só não foi mais longe nos Playoffs porque Derek Carr quebrou a fíbula no penúltimo jogo da temporada regular.

Em 2017 o Raiders surge como um dos favoritos da Conferência Nacional. No ataque, além de uma ótima linha ofensiva, o time assinou com Cordarelle Patterson e Jared Cook. Mas o reforço mais impactante da temporada é o do running back Marshawn Lynch, que voltou da aposentadoria para defender o time da sua cidade e de seu coração. Já na defesa, alguns problemas. Mesmo com a máquina de sacks Khalil Mack, o Raiders cedeu 6,1 jardas por jogada e foi a pior defesa da NFL nesse quesito. Além disso, o time foi um dos que mais cedeu jardas de penalidade: em torno de 65 por partida. Se quiser ir mais longe, a equipe precisa mostrar mais qualidade na defesa.

Ponto forte: Linha ofensiva; quarterback

Ponto fraco: cornerbacks, middle linebacker

Ficar de olho: Marshawn Lynch (RB)

Principais dúvidas:

  • Marshawn Lynch voltará atuando em alto nível?
  • A secundária conseguirá subir de produção em 2017?
  • Até onde pode ir Derek Carr?

 

NFL 2017 Denver Broncos venceu o Superbowl 50 há duas temporadas, mas não conseguiu se classificar aos playoffs em 2016Denver Broncos

Depois de quatro temporadas consecutivas garantindo vaga na pós-temporada, o Denver Broncos terminou em 3º na AFC Oeste em 2016 com 9 vitórias e 7 derrotas. É difícil para um torcedor que se acostumou a ver Peyton Manning quebrar recordes agora assistir a Paxton Lynch e Trevor Siemian disputarem a posição de QB titular. Nenhum dos dois é ruim. O problema parece mesmo estar no entorno do quarterback, já que a linha ofensiva foi uma das que mais porosas em 2016, cedendo 40 sacks.

Para consertar esse defeito, o time assinou com um Ron Leary, guard que passou quatro anos com a ótima linha dos Cowboys, e Menelik Watson, tackle que veio do Raiders. Além disso, Denver gastou um pick de 1ª rodada em Garrett Bolles, também jogador de linha ofensiva.

Já na defesa, situação bem mais tranquila. Von Miller (LB), Brandon Marshall (LB) e Derek Wolfe (DE) lideraram o time a uma temporada de 42 sacks, a terceira maior marca de 2016. Na secundária, melhor ainda. O time cedeu apenas 185 jardas aéreas por partida e 13 touchdowns aéreos na temporada inteira — as duas foram as melhores marcas da NFL. O que Denver precisa melhorar em 2017 é a defesa contra o jogo terrestre. Em média, os adversários de Denver correram 130 jardas por jogo, 5º pior número do ano passado.

Ponto forte: Secundária, pass rush

Ponto fraco: Linha ofensiva, tight end

Ficar de olho: Jamaal Charles (RB)

Principais dúvidas:

  • Nova aquisição para o jogo terrestre, Jamaal Charles consegue ficar saudável a temporada inteira?
  • Paxton Lynch e/ou Trevor Siemian conseguem levar os Broncos de volta aos playoffs?
  • Como vai atuar a reconfigurada linha ofensiva dos Broncos em 2017?

 

NFL 2017 De mudança: A partir de 2017, o Chargers jogará em Los AngelesLos Angeles Chargers

O site Pro-Football Focus rankeou as linhas ofensivas da NFL de melhor para pior e adivinhe: O Chargers ficou com o “prêmio” de pior linha ofensiva de 2016.  Philip Rivers foi pressionado o ano inteiro e o time ficou entre as cinco equipes com mais corridas negativas em 2016 (51). O time correu bem com a bola, mas grande parte disso foi mérito de Melvin Gordon, que conquistou várias jardas após o primeiro contato.

As lesões também atrapalharam. Ao todo, 12 jogadores diferentes atuaram na linha ofensiva. O recebedor Keenan Allen rompeu o ligamento do joelho no primeiro jogo da temporada e também complicou. Na defesa, Joey Bosa perdeu três jogos com uma lesão muscular na coxa, e o cornerback Brandon Flowers ficou de fora de oito partidas com uma concussão.

Se todo mundo ficar saudável em 2017, o agora Los Angeles Chargers tem boas chances de vencer mais do que cinco partidas. O time gastou três picks do draft em jogadores de linha ofensiva e assinou com Russell Okung (OL), ex-Broncos. Na defesa, destaque para Casey Hayward (CB), que liderou a NFL com sete interceptações.

Ponto forte: Pass rush; quarterback

Ponto fraco: linha ofensiva

Ficar de olho: Joey Bosa (DE), que conseguiu 10,5 sacks em 12 jogos no ano passado.

Principais dúvidas:

  • Com peças distintas, conseguirá a linha ofensiva encontrar um entrosamento?
  • Em 2017 o departamento médico vai estar novamente cheio o ano inteiro?
  • Novo lar, novo técnico: Com a mudança da franquia para Los Angeles e a troca de técnico (Mike McCoy por Anthony Lynn), como será o impacto imediato nos jogadores e torcedores?

Perdeu as análises sobre os times do Leste e Oeste da NFC? Clique aqui

Leia mais textos de futebol americano

Logos do site sportslogos.net

Foto de capa: Keith Allison via Visual Hunt

3 comentários em “Como chega o seu time para a temporada 2017 da NFL: AFC Leste e Oeste

Deixe seu comentário: