Os melhores nomes no futebol americano do Brasil em português

Em 2015, mais ou menos nessa época do ano, publiquei um artigo no site Elástica listando os nomes do futebol americano brasileiro (em português) mais criativos. Mas por que criar uma lista dessas? Que diferença fazia? Na realidade, nenhuma. Afinal, esse ranking não define nada para ninguém, exceto meu próprio gosto nesses nomes brasileiros. Contudo, esse “fato curioso” (times com nomes de futebol americano em português) já mostrava que o esporte no Brasil deixara de ser algo restrito a pequenos grupos ou apenas a determinada região.

Leia mais: Remo e futebol: clubes ativos em ambas modalidades

Nomes no futebol americano brasileiro

O país já supera 100 equipes, com mais da metade utilizando os equipamentos completos, o chamado full pad. Um crescimento e tanto para um esporte “gringo”. Confesso que não fiquei assim tão surpreso com essa evolução. Em 2010, quando comecei a acompanhar o futebol americano por aqui (inclusive com vários amigos do Time de Fora), já havia percebido que a modalidade se expandia rapidamente, tanto que em 2011, ainda inexperiente no jornalismo, produzi um documentário sobre o time da região em que morava, como você pode ver abaixo.

A era fullpad

É claro que o futebol americano já existia no país desde os anos 90, seja nas areias das praias cariocas ou nos campos de grama (com o flag e o tackle, respectivamente) pelo resto do Brasil. Mas só no dia 25 de outubro de 2008 que Barigui Crocodiles e Curitiba Brown Spiders realizaram o primeiro amistoso full pad. No ano seguinte, a Federação Catarinense já promovia o primeiro campeonato estadual totalmente equipado. Depois vieram vários torneios regionais, culminando na criação de dois campeonatos brasileiros distintos. Dois? É, mas a explicação disso fica para outro post.

Então, já se vão 5 anos prestando atenção no F.A. brasileiro e quando olho para estes últimos 12 meses (desde àquela publicação), consigo perceber que o esporte está ainda mais forte em terras tupiniquins. E tenho algumas razões.

Mudanças emblemáticas

Para começar, já no dia 31 de janeiro, a Seleção Brasileira viajou até o Panamá para disputar uma vaga no mundial da modalidade. E a classificação histórica veio na vitória de 26 a 14 contra a seleção local. Julho chegou e o Brasil Onças viajou até Canton (Ohio – EUA), para disputar seu primeiro IFAF World Championship. É verdade que tivemos duas derrotas, para a Austrália e França (times com 2 e 3 participações prévias, respectivamente), mas nossa seleção também conquistou uma vitória inédita sobre a Coréia do Sul (que havia participado em 2007). Inclusive, se você quiser saber mais sobre essa participação, pode ajuda a equipe de documentaristas com uma vaquinha para finalizar o filme .

No fim de 2015, a final da Superliga Centro-Sul reuniu o maior público da modalidade no Brasil. Cuiabá Arsenal e Coritiba Crocodiles jogaram na Arena Pantanal (estádio construído para a Copa do Mundo de 2014) e levaram mais de 15 mil pessoas à partida. Histórico!

Caiu no gosto da galera

Já no início desse ano, pipocaram diversas notícias que a audiência da NFL subiu muito, mostrando que o brasileiro também gosta de assistir futebol americano. Por fim, no último dia 22 de fevereiro, foi publicada a notícia que o Campeonato Gaúcho de Futebol Americano tem um público muito próximo do Campeonato Estadual de Futebol.

Ou seja: não podemos dizer que isso só é “coisa de americano”. Na verdade, esse tal de “futebol americano” já pode bem ser chamado de “futebol brasileiro”. E os nomes refletem essa popularização, tanto que resolvi atualizar a lista dos nomes mais criativos depois de um ano, tempo em que muitos times nasceram, alguns deixaram de existir e outros simplesmente trocaram de mascote. É só dar um clique para ampliar a imagem:

Foto principal: Thomé Granemann

5 comentários em “Os melhores nomes no futebol americano do Brasil em português

  • 21 de março de 2016 em 19:17
    Permalink

    Faltou o Legião F.A de Belém-Pa campeão do torneio Manaós

    Resposta
  • 14 de outubro de 2016 em 00:22
    Permalink

    Itajaí Dockers de Itajaí SC

    Resposta
    • 17 de outubro de 2016 em 16:22
      Permalink

      Fala Fábio, tudo bem?

      Se levarmos em conta que Itajaí é uma cidade portuária, Dockers realmente é um nome bem massa. Assim como Miners, para Criciúma.

      Só que a lista é em português, ai não tem como incluir.

      abraços

      Resposta

Deixe seu comentário: