Seis curiosidades sobre calouros no All Star Game da NBA

O Draft da NBA em 2017 deixou muita gente empolgada. Com uma turma de calouros talentosa vindo do basquete universitário e mundial, muitos times estão colocando seus futuros na classe de novatos. A Summer League de Las Vegas contou com ginásios cheios e muito agito na internet. A turma é tão boa que Dwyane Wade twittou: “essa pode ser uma turma de draft especial como a de 2003”.

Leia mais: As 8 avaliações pré-draft mais bizarras de estrelas da NBA

 

A expectativa é tanta que alguns já são citados como possíveis all stars. Parece uma afirmação exagerada, mas fomos pesquisar as participações dos calouros no All Star Game e vimos que é algo comum. Na história da NBA, 45 novatos já foram selecionados para o jogo das estrelas e a maioria está no Hall da Fama. Por isso, resolvemos selecionar seis curiosidades sobre os calouros no All Star Game.

Calouros no All Star Game que foram titulares

Dos 45 calouros no All Star Game da NBA, 15 fizeram parte do quinteto titular. Como os titulares são escolhidos pelo público desde a temporada 1974-75, é necessário carisma e torcida forte. Na parte do carisma, podemos incluir nomes como Magic Johnson (1980), Michael Jordan (1985) e Shaquille O’Neal (1993). Na parte da torcida, destacamos Yao Ming (2003). O chinês aproveitou a maior torcida do mundo para desbancar Shaq como o pivô titular da Conferência Oeste naquele ano e nos seis anos consecutivos.

Para chegar é preciso pontuar

Outra forma de conseguir participação no All Star Game, além do carisma, é ter uma pontuação acima na primeira metade da temporada. Essa é uma tarefa difícil para atletas estreantes, mas alguns conseguiram isso de forma imponente.

Wilt Chamberlain (1960), Oscar Robertson (1961) e Elvin Hayes (1969) foram os únicos calouros no All Star Game com mais de 30 pontos de média na temporada até o momento da partida. Wilt tinha monstruosos 37,3 pontos por jogo. Robertson anotara 31,2 e Hayes 30,3. O top 5 é completo por Michael Jordan (27,4 pontos em 1985) e Kareem Abdull-Jabbar (26,5 pontos em 1970).

Se um já é difícil, imagina três

Se já é difícil emplacar um dos calouros no All Star Game, imagina três. Atualmente isso parece impossível, mas o feito já aconteceu quatro vezes: 1951, 1952, 1980 e 1982. Destaque para a temporada de 1980, quando Magic Johnson (Lakers), Larry Bird (Celtics) e Bill Cartwright (Knicks) foram selecionados. Em 1982, os Pistons tiveram dois calouros selecionados: Isaiah Thomas e Kelly Tripucka. O terceiro atleta foi Buck Williams (Nets).

O último ano com dois calouros no All Star Game foi em 1985, com nada mais, nada menos que Hakeem Olajuwon e Michael Jordan.

Calouros e MVPs do All Star Game

Em três oportunidades um calouro foi eleito o MVP do jogo das estrelas. Por coincidência, em anos consecutivos (1959 a 1961) e com lendas do basquete. Em 1959, Elgin Baylor (Mineapollis Lakers) anotou 25 pontos e 11 rebotes e dividiu o prêmio com Bob Pettit. No ano seguinte, Wilt Chamberlain (Philadelphia Warriors) fez 23 pontos e pegou 25 rebotes. Por fim, em 1961, Oscar Robertson (Cincinnati Royals) teve 23 pontos, 14 assistências e 9 rebotes.

Cada vez menos calouros vão para o ASG

Nas últimas três décadas, ter calouros no All Star Game se tornou algo cada vez mais raro. Foi um total de sete novatos nos últimos trinta anos. Se considerarmos depois dos anos 2000, apenas dois calouros estiveram no jogo das estrelas e em ocasiões especiais. Como contamos anteriormente, Yao Ming contou com o voto dos chineses, em 2003. Já o calouro Blake Griffin levou sorte: com a disputa do All Star Game em Los Angeles, a torcida do Clippers aproveitou a boa temporada do ala-pivô para votar nele.

Curiosamente, a turma de calouros de 2003 não teve jogadores novatos selecionados. Considerada uma das melhores turmas de calouros da história, LeBron, Wade, Carmelo e Chris Bosh ficaram de fora do ASG de 2004.

Os maiores estiveram lá em seu primeiro ano, ou melhor, quase todos

Alguns nomes são figurinhas carimbadas nas listas de maiores jogadores de todos os tempos. E a maioria deles foi para o All Star Game logo em seu primeiro ano na NBA: Jordan, Magic, Kareem, Chamberlain, Robertson, Duncan, Bird, Shaq, Jerry West, Olajuwon, entre outros.

Porém, toda regra tem sua exceção. Nesse caso, três dos maiores que não conseguiram o feito são Bill Russell, Kobe Bryant e LeBron James. Ou seja, os calouros desse ano não precisam estar no All Star Game para fazerem carreiras marcantes, mas não dá para negar que é um grande passo.

calouros no All Star Game
Foto: Cleveland.com

A lista completa dos calouros no All Star Game da NBA você pode conferir nesse link.

Deixe seu comentário: